2012 | Expedição Fotográfica : Roteiro

Por Kelly Lima – ICEI

Conhecer Olinda e seu cotidiano com o olhar atento e contemplativo da fotografia.

O ICEI e o Pequeno Encontro da Fotografia criaram para o evento, um roteiro de expedição fotográfica, onde os participantes terão como guia o fotógrafo Ricardo Peixoto. Ele irá conduzir o grupo, sugerir uma dinâmica e apresentar os locais escolhidos para o passeio, cujo mapa foi traçado por Cecília Canuto.

Os pontos de parada são locais que contam um pouco da história e do patrimônio vivo do bairro do Guadalupe. Ateliês, Igrejas, sede de bloco carnavalesco e comedorias populares.

O trabalho do Turismo da Gente, ao mapear esses pontos periféricos e os atores que produzem arte e cultura, visa compor uma oferta turística com um envolvimento real das comunidades e oferecer ao turista uma visão menos plastificada da Cidade Patrimônio Cultural da Humanidade. Aproveitando que, geralmente, os turistas fazem o registro dos passeios, conduzir esse encontro onde os olhares se contagiam.

Para quem quiser participar da expedição, ela é aberta e gratuita, durante todo o dia, no sábado (22 de set.), das 7h–16h. A saída será em frente ao largo da Igreja do Amparo.

O roteiro

Por Cecilia Canuto

No dia 22 de Setembro de 2012, será realizada em Olinda, como parte do projeto Pequeno Encontro de Fotografia, uma expedição fotográfica onde serão visitados artistas e instituições da cidade num marco que começa com a comunidade do Guadalupe.

– Julião das Máscaras Ateliê. Local onde conheceremos a sua obra e conversaremos sobre a história do seu ofício.
– Troça Carnavalesca Mista Cariri – Uma das mais antigas agremiações de Olinda. Criada em 25 de fevereiro de 1921 e localizada na Praça Conselheiro Miguel Canuto, abre o Carnaval de Olinda, saindo às 4 horas da madrugada do domingo. Seu nome originou-se de um antigo vendedor de couros e raízes do Mercado São José, o velho “Cariri”, que permanece até hoje como símbolo dessa agremiação.
– Igreja do Guadalupe – Erguida em 1627, sob invocação de Nossa Senhora do Guadalupe, é a única, ao que se diz, existente no Brasil em devoção à padroeira do México e da América Latina, também muito popular na Espanha. Foi construída pela devoção dos homens pardos libertos ou escravos da vila de Olinda.
– Escola Maria da Glória – Atente à comunidade do Guadalupe e participa dos vários movimentos das instituições citadas acima.
– Maracatu Estrela de Olinda.
– Casa de Selma do Coco.
– Chegando ao Largo do Amparo, visitaremos o Clube Vassourinhas, o segundo mais antigo clube de Olinda. Fundado em 21 de fevereiro de 1912, foi um dos clubes homenageados no Carnaval de Olinda ao completar 100 anos.
– Igreja do Amparo – Sua construção deve se situar nas décadas de 50 e 60 de 1500.
– Parada para almoço no Bar do Déo, no Largo do Amparo.
– Ateliê Paulo Lima
– Sede do Homem da Meia-Noite – Clube de Alegoria Misto. Começou como troça, em 1932 até 1936. Abre o carnaval no sábado à zero hora. Patrimônio da cidade de Olinda reconhecido mundialmente.
– Igreja e Largo do Rosário – Construída na segunda metade do século XVII, sob devoção dos negros a Nossa Senhora do Rosário, padroeira. O Largo do Rosário, inaugurado no dia 25 de setembro de 2008, quando foi entregue a obra de urbanização do Conjunto Histórico Arquitetônico: Largo, Igreja e Bica. Implantado em terreno secularmente pertencente à Confraria, com construção do estacionamento e área de lazer. Sob esta área foram encontrados os alicerces do antigo quartel de São João, construído em 1704, através de investigação histórica/arqueológica.

Rosário dos Pretos de Olinda

Com a expedição fotográfica, ação realizada pelo Pequeno Encontro da Fotografia em Olinda, o Largo do Rosário foi escolhido para o término das atividades. Espaço inaugurado recentemente, é referência para a resistência cultural do povo brasileiro. No seu conjunto, a Igreja do Rosário, fundada na segunda metade do século XVII, pela irmandade.

Suas festas anuais e seculares têm início em outubro, quando se realiza a festa da padroeira. Também anualmente, na segunda-feira prévia ao Carnaval, acontece a Noite Para os Tambores Silenciosos de Olinda, com os maracatus de Olinda e convidados tocando para os nossos ancestrais e pedindo proteção para brincar o carnaval. No dia 25 de maio, é comemorado o dia de África. Assim o Rosário vai cumprindo o seu papel até os dias atuais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s