2014 | Mulheres na fotografia pernambucana marca o primeiro dia de projeções

ALCIONE

Alcione Ferreira

ROSACLARA_FREIRE

Um ser só – Rosaclara Freire

Foto/Crédito: Teresa Maia

Teresa Maia

Projeções fotográficas e palestras marcam o segundo dia do Pequeno Encontro da Fotografia

 

Mulheres na fotografia pernambucana. Um dos destaques da programação de hoje à noite (quinta-feira, 22/05) da segunda edição do Pequeno Encontro da Fotografia é a projeção fotográfica, marcada para começar às 19h, na Praça do Carmo, com trabalhos das fotógrafas Ana Lira, Alcione Ferreira,  Claudia Jacobovitz, Roberta Guimarães, Teresa Maia, Rosaclara Freire e Yêda Bezerra de Mello e do coletivo 7 Fotografia. Na sequência, tem início as palestras da noite com o fotógrafo pernambucano, radicado no Rio, Gilvan Barreto, que teve o seu “O Livro do Sol” como o grande vencedor da 12ª edição do prêmio FCW de Arte, promovido pela Fundação Conrado Wessel (FCW), um dos mais importantes do País, que fala sobre o processo de criação do seu livro, que está, inclusive, sendo vendido no evento. Junto com ele a fotógrafa Patrícia Gouvêa fala sobre “Fotografia e Tempo como pesquisa artística”. As palestras terão a mediação do fotógrafo e professor da Universidade Federal de Pernambuco, José Afonso Jr.

No dia seguinte, sexta-feira, 23/05, no mesmo horário, a mesa contará com Ricardo Hantzschel, que vai falar sobre o tema “Imagem e Educação – A experiência do projeto Cidade Invertida” e de João Castilho, com o tema “Caos-mundo”, contando com a mediação de Ana Lira, jornalista, com especialização em Teoria e Crítica de Cultura, com ênfase em crítica fotográfica, pela Universidade Federal de Pernambuco, e fotógrafa independente/freelancer.

Pequeno Encontro da Fotografia – A segunda edição do evento acontece entre os dias 21 e 24 de maio ocupando vários espaços do Sítio Histórico de Olinda. O Pequeno Encontro da Fotografia é dedicado à promoção do diálogo entre variadas linguagens e mídias no campo da fotografia, e conta com incentivo do Funcultura, numa realização dos fotógrafos Maria Chaves, Eduardo Queiroga e Mateus Sá, e apoio da Pousada 4 Cantos, AESO – Barros Melo e Prefeitura de Olinda.

Durante quatro dias, o Pequeno Encontro da Fotografia contará com uma intensa programação de palestras, oficinas, exposições, projeções, expedição fotográfica e lançamentos de livros, entre outras atividades, proporcionando um diálogo entre o público interessado (participantes), moradores da cidade e importantes nomes do cenário da fotografia nacional como Ricardo Hantzschel, João Castilho, João Urban, Gilvan Barreto, Felipe Russo e Patrícia Gouvêa, fortalecendo, assim, de maneira orgânica, a rede criativa da Fotografia no Brasil.

A cada edição, o evento pretende motivar um assunto de interesse específico deste campo da produção artística, cada vez mais multifacetado. Na sua primeira edição, realizada em setembro de 2012, contemplou a temática da hibridização dos meios tecnológicos, e de suas reverberações na área do pensamento e do fazer intermidiático na área da fotografia. Já nesta segunda edição, o encontro pretende esticar o fio da meada fotográfica, tencionando as variadas áreas de atuação e experimentação do fazer fotográfico. A ideia é proporcionar aos participantes do evento o contato com essas diferentes formas de praticar a fotografia.

LEITURA DE PORTFÓLIOS – A manhã dessa quinta-feira também é reservada para a leitura de portfólios com os fotógrafos João Urban (PR) e Patricia Gouvêa (RJ), artista visual que trabalha com fotografia, vídeo, instalação e intervenção urbana. Seu trabalho prioriza a fotografia e a imagem em movimento e suas possíveis interfaces, em que a noção de tempo constitui um dos principais eixos de pesquisa.

LIVROS – Um evento como este se torna também uma oportunidade para que os fotógrafos convidados, que tenham publicações no mercado, possam fazer a promoção do seu trabalho aqui também. É o caso de Patricia Gouvêa que traz na bagagem os livros “Membranas de Luz: os tempos na imagem contemporânea”, de 2011; e “Imagens Posteriores”, de 2012, e Gilvan Barreto, “O Livro do Sol”, de 2014. Assim como eles, João Castilho irá lançar “Hotel Tropical”, de 2013. Além dessas publicações, o evento montará um estande itinerante para a venda de livros dos fotógrafos.

EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA – neste ano de 2014, a expedição fotográfica, no sábado, 24 de maio, a partir das 14h, traz um roteiro voltado para monumentos, cotidiano e paisagens que irá reunir diversos fotógrafos e quem quiser agregar a esta ação que percorrerá ruas e ladeiras do Sítio Histórico de Olinda.

ROTEIRO: O ponto de partida será em frente à Igreja do Amparo construída em 1613, pela Irmandade de Nossa Senhora do Amparo dos Homens Pardos, onde será realizada a primeira visita. Saindo do Amparo, seguindo a Rua Saldanha Marinho até o Alto da Sé: Igreja da Misericórdia devoção a Nossa Senhora da Luz, anexo ao Convento da Santa Casa da Misericórdia construída em 1540.

Observatório de Olinda, construído na década de 1880, entre 1922 e 1960 funcionou nele o observatório meteorológico. Restaurado na década de 2000, recebeu uma cúpula que possibilita a instalação de telescópios. Depois segue até a sede da Escola de Samba Preto Velho, onde tem as tradicionais rodas de sambas aos domingos. E ainda a Caixa d’água e elevador panorâmico, construída em 1934 e na sua construção, foi usado pela primeira vez no Brasil o cobogó, como elemento de ventilação e decoração. Em 2011, foi instalado um elevador panorâmico o que possibilita a vista privilegiada de Olinda e Recife.

Palácio de Iemanjá Segundo a oralidade foi um pedido das entidades para que Pai Edu abrisse uma casa. Ele foi um dos mais conhecidos sacerdotes do candomblé no Brasil, principalmente entre as décadas de 1970 e 1990. O Palácio de Iemanjá recebeu personalidades como Clara Nunes, Gilberto Freyre, Chico Anísio entre outros. E é considerado por muitos o homem que aproximou o candomblé da alta sociedade, aumentando o conhecimento sobre a religião e reduzindo o preconceito.

Catedral da Sé, Erguida pelo donatário de Pernambuco Duarte Coelho, foi levantada sob a invocação de Nosso Senhor Salvador do Mundo. Após incêndio de 1631 e expulsão dos holandeses, foi reconstruída em 1676 e elevada à categoria de Catedral. Neste período foi criado o Bispado de Olinda. No local encontra-se o túmulo do arcebispo emérito de Recife e Olinda, Dom Hélder Câmara e Padre Henrique morto no período da ditadura militar.

Seminário de Olinda Convento de Nossa Senhora das Neves e Colégio Jesuíta.

Seguindo pela Av. Luiz Gomes até a R. Frei Afonso Maria vamos chegar ao Farol de Olinda, que foi construído no Morro Serapião, para sinalização de quem está em alto mar.

A última parada será na Praça do Amaro Branco onde vamos visitar o Coco do Pneu, lá acontece todo último sábado do mês um encontro realizado por coquistas da comunidade e o Grêmio Recreativo Escola de Samba Oriente, grupo que desfila em Olinda e Recife divulgando a cultura do Samba.

PROGRAMAÇÃO
Programação Oficial – Pequeno Encontro da Fotografia 2014 | 21 a 24 de maio*

 

21 de maio
Oficinas (14h – 17h)

Felipe Russo – O olhar direto como postura, a narrativa como discurso.
João Urban – A presença do retrato na fotografia documentária.

Abertura das exposições (19h)

com destaque para: “Aproximações” – de João Urban e “Minha Olinda” – de Roberto Rômulo.

 

22 de maio

Leituras de Portfólio (9h – 13h)
João Urban
Patrícia Gouvêa
Palestras (19h – 22h)
Gilvan Barreto – O Livro do Sol.
Patrícia Gouvêa
(Mediador: José Afonso Jr.)

23 de maio
Oficinas (14h – 17h)
Felipe Russo – O olhar direto como postura, a narrativa como discurso.
João Urban – A presença do retrato na fotografia documentária.
Ricardo Hantzschel – Edição e construção de um discurso visual.

Palestras (19h – 22h)
Ricardo Hantzschel – Imagem e educação. A experiência do projeto Cidade Invertida.
João Castilho – Caos-Mundo
(Mediadora: Ana Lira)

24 de maio
Oficinas (9h – 12h)
Ricardo Hantzschel – Edição e construção de um discurso visual.

Expedição Fotográfica (14h – 17h)

Saída:Igreja do Amparo
Chegada: Largo do Amparo – Olinda

Encerramento (19h – 22h)

Projeção das imagens produzidas durante o Pequeno Encontro de Fotografia.
Caixa D’Água/ Alto da Sé – Olinda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s